Organize-se

* Organize sua coisas * sua casa * suas finanças * seu tempo * Organize sua vida *

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Organizando cabos e fios


Organizando Cabos e Fios 
Fios são feios e difíceis de organizar. Por mais que a tecnologia wireless esteja cada vez mais presente nos gadgets, não há como ficar livre dos fios e cabos por completo.

Computador, televisão, receptor da tv a cabo, som, blu-ray,dvd player, videogame, roteador, modem, carregador disso, daquilo,… 


Há tempos estou procurando soluções para organizar toda essa bagunça e encontrei alguns truques. O mais eficiente até agora tem sido o famoso “jogar a poeira embaixo do tapete”, neste caso “esconder os cabos embaixo da mesa”.

Para isso, o melhor acessório que encontrei é o CableBox Mini, da Bluelounge. A ideia é muito simples: uma caixa de plástico com aberturas nas laterais. Resumindo, isso significa trocar a imagem caótica dos fios por uma caixinha bonita.


Diferente de usar qualquer caixa,  o CableBox é feito de um plástico que não super aquece. Assim, fica mais apropriado para colocar réguas de tomadas e pequenos estabilizadores.





Materiais básicos


Fitas de velcro:
 são muito práticas, devido a possibilidade de abrir e fechar a qualquer hora, inclusive na hora de arrastar do lugar para a limpeza. Podem ser encontradas também em lojas de informática e, algumas vezes, até em supermercados. Um kit com 20 fitinhas de velcro, custa em média R$ 25,00, o que nos garante organizar os fios todos da casa e ainda sobrar para uma próxima ocasião, o que, é sempre bom tê-los guardados!




Abraçadeiras de Nylon:  embora possuam a mesma finalidade das fitas de velcro, elas possuem uma vantagem que é a possibilidade de amarrar e prender melhor os fios. No entanto, elas são ideais para os fios e cabos que não serão abertos com frequência, pois, os modelos mais comuns e baratos, só podem ser utilizados uma vez. Mas, para aqueles que podem gastar um pouco mais , existem alguns modelos que podem ser abertos e fechados várias vezes. O preço do kit comum com 100 unidades pode ser encontrado por R$10,00.


Organizador de cabos flexível - é em formato de mangueira em espiral, sendo bastante útil e prático na hora de organizar os fios que vão para um mesmo local, tendo váriados diâmentros e comprimentos. O custo médio de um organizador de cabos flexível de 1 metro de comprimeto com meia polegada é de R$ 7,00.


Kit de organizadores de cabos - este kit possui várias presílias (com tamanhos variados) fixadas com fita adesivas, sendo ideais para a separação dos cabos por tipo. O seu preço varia bastante conforme a marca e modelo.


Ganchos com ventosassão aqueles que são usados na cozinha e no banheiro para pendurarmos panos de prato e toalhas. É uma excelente opção para suspender os fios, pendurando e prendendo nesses ganchos.



Fixadores de fios com pregos - bastante antigo e bem conhecido, nada melhor do que também poder lançar mão dos fixadores de fios com pregos na parede. Faz-se um caminho só com os fios na mesma direção. Assim, ficarão unidos, presos na parede, facilitando a limpeza e a organização.




Soluções Criativas


Estes ganchos facilitam o trabalho diário. 


Divertido e organizado
 





Super Prático





 Sabe aquele pinos onde são guardados CDs? Que tal reutilizá-los?




Ótima solução para localizar os cabos

Inspire-se com estas dicas e dê um basta na bagunça.





sexta-feira, 27 de abril de 2012

Cachecóis, lenços e echarpes: como organizar?




O inverno está chegando mas 
o friozinho já está aí. 


Vamos aproveitar e organizar 
nossos acessórios de frio?





Se você tem espaço, aproveite suas gavetas 
para colocar pashiminas e lenços de uma maneira que 
você possa enxergar tudo.






 
Os lenços de seda não devem
ser muito dobrados (dobre no meio 
ou no máximo em quatro). 

O ideal é guardá-los em caixas baixas 
que podem ser empilhadas. 








Caso contrário, existem outras maneiras: 
dentro de simples caixas,por exemplo: de sapatos, 
papelaria e etc, ou divisórias sob medida de vários                    
materiais, forradas, apropriadas                          para esse fim.




As colméias são ótimos acessórios                       para guardar lenços.                                                       


Você também pode aproveitar 
rolos de papel toalha para 
enrolar pashiminas 
e lenços de seda para 
não ficarem amassados.



Cachecóis e xales podem ser guardados em cabides.




Podemos aproveitar os cabides de casa mesmo.




Este cabide não é prático e lindo?




                        Outras idéias para a gente se inspirar.

                  



Sapateira para organizar os cachecóis, 
não é prático e organizado?




Já organizamos, agora é só usar!





Organizar para viver melhor.
Inspire-se e aproveite.





                                                                                          

quinta-feira, 26 de abril de 2012

12 dicas para você (finalmente) organizar sua vida


12 dicas para você (finalmente) organizar sua vida


De guarda roupas a relacionamentos, cozinhas a carros, todos temos alguma coisa, ou muitas, que precisam ser reorganizadas para que funcionem melhor.









Organizar-se leva tempo, paciência e habilidade de jogar as coisas fora. Uma vez que você começou, irá sentir-se muito melhor depois
Existem pessoas que possuem a habilidade invejável de conseguir organizar-se em todas as áreas da vida. 
Mas a maioria de nós, meros mortais, estamos sempre nos estressando por alguma bagunça ou desordem em nossa casa, escritório ou mesmo em sentimentos. 
Com a constante correria e cansaço, deixamos de lado esses pequenos deslizes, até que em alguma hora, eles simplesmente não possam mais    ser ignorados. 

Se você chegou a esse ponto, ou prefere prevenir-se de chegar, siga essas dicas:

Confira 12 dicas de especialistas para organizar sua vida:



1) Separe 15 minutos por dia para organizar-se

O que é prioridade em sua organização? É uma pilha de roupas, e-mails ou correspondência que precisa ser jogada fora ou posta para lavar? Apenas 15 minutos para essa urgência pode fazer uma grande diferença no resto do dia. Ambientes limpos e livres de montanhas de cacarecos são muito mais fáceis de organizar. Jogue fora o que você não   usa, e se forem roupas, doe para quem precisa delas.

2) Baixe algum programa de gerenciamento de dinheiro

Programas de gestão financeira facilitam a sua vida imensamente. O investimento vale a pena. Programas como esses te ajudam a pagar e organizar contas, orçamentos, poupanças, transações bancárias, ver onde e em que você está colocando seu dinheiro. Você ganha tempo e organiza seu dinheiro.


 3) Classifique seus compromissos


Faça listas: para fazer, para ler, para comprar, para guardar, etc. Isso é tudo o que você precisa para se manter em ordem. Agora, use os 15 minutos que citamos acima, uma ou duas vezes por semana, para classificar e organizar suas listas.









4) Guarde suas senhas em um local seguro


Lembrar-se de senhas pode ser muito difícil e um grande desperdício de tempo. Há muitas formas de manter suas senhas em um local seguro e protegido. Ache o que é melhor para você e dedique algumas horas para gravar suas informações vitais em um local online que você possa acessar de qualquer lugar.


5) Organize todas as informações familiares

Seja em um quadro na cozinha, um caderno ou um documento online. É importante que a família compartilhe planos e informações, como compromissos, horários, números de telefone, e assim por diante. Classificar por cor cada categoria pode ajudar ainda mais, se você estiver disposto. Cada membro da família pode ter sua própria cor, o que é muito útil nas horas de pressa.

 

Use um programa de cópia de segurança (backup) online

Isso é essencial para que você fique tranqüilo com documentos e arquivos importantes que tenha gravados em seu computador, desde documentos legais a fotos. Com o backup online, você pode acessar e organizar seus documentos de qualquer lugar, a qualquer hora.

7) Seja impecável com seu guarda-roupa

Talvez em uma tarde tranqüila, em que estiver chovendo e ninguém mais estiver em casa, passe algumas horas organizando seu armário. Seja honesto consigo mesmo a respeito de coisas que não servem, não gosta ou dificilmente usa. Com um guarda-roupa organizado você irá perder menos tempo e pessoas em necessidade irão ter o que vestir.


8) Seja rigoroso com os brinquedos de seus filhos

Os mesmo princípios das roupas se aplicam aos brinquedos. Se você tem crianças muito pequenas, faça isso quando elas não estiverem em casa. Se forem mais velhas, aproveite essa oportunidade para conscientizá-las sobre ajudar outras crianças ou dar valor àquilo que elas possuem. Você também pode organizar um sistema de recompensa, a cada 10 brinquedos doados, elas ganham R$0,50 ou o valor que você definir.

 



9) Cheque as datas de validade de remédios e produtos na dispensa
Você irá se surpreender com a quantidade de coisa que estão fora de validade: temperos,analgésicos sem efeito. Livre-se de medicamentos prescritos que você não usa mais, levando-os para o local de despejo apropriado. Até alimentos enlatados possuem datas de expiração.


10) Atenção para o armário de roupa de banho e cama

Há tantas fronhas sem uso, toalhas de mão perdidas, cobertores velhos e até mofados que precisam ser aposentados. Mantenha jogos de lençol juntos, toalhas separadas por cor e tamanho. Se puder e precisar, compre roupas de cama novas, as vezes vale a pena investir. O mesmo vale para toalhas.

11) Digitalize suas fotos

Esse é um projeto a longo prazo e deve ser realizado em partes – 15 minutos por dia, no máximo. Não estabeleça um prazo ou sinta-se pressionado a fazer isso rapidamente.




12) Contrate um organizador profissional

Se tudo isso parece demais para você fazer sozinho, ou você 
simplesmente não tem tempo, contrate um profissional. 
É muito mais fácil organizar-se quando alguém que entende 
do assunto te ajuda. Há especialistas para todas as áreas, 
desde garagens a computadores.

Mãos à obra e boa sorte!


Fonte: Universia Brasil

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Como anda sua saúde financeira?


O mês de abril está acabando e depois 
de tantas taxas e impostos pagos podemos 
finalmente começar o ano.



Que tal aproveitar o que foi organizado para o envio 
da declaração de imposto de renda e começar a 
organização das finanças?



Comece agora a organizar suas finanças 
e viva com tranquilidade



Conheça agora os cinco passos para quem deseja 
organizar a sua vida financeira. É só vocês localizarem 
em qual estágio se encontram atualmente e a partir daí, 
empreender um esforço consciente para 
avançar e mudar de fase.

5 passos para a saúde financeira

1. Conheça os seus números

Este é o primeiro passo. Os ricos têm a companhia 
constante dos números: renda, dividendos, patrimônio, 
cotações e grandes negócios são todos expressos em 
números. Quem deseja a Organização Financeira precisa 
conhecer os seus próprios números.
Se você está nesta fase provavelmente estará 
vivendo uma ou mais destas situações:
A) Incapacidade de fazer anotações financeiras: 
tenta controlar “de cabeça”; não preenche o canhoto 
do talão de cheques nem confere extratos bancários;
B) Não tem idéia de quanto paga em juros.
A dica é: passe meia hora por dia fazendo contas. 
Saiba tudo sobre os seus números e veja 
a diferença que isto vai fazer na sua vida.



2. Gaste menos do que ganha 

O segundo passo é gastar menos do que recebe. 
Quem tenta manter um estilo de vida acima 
dos seus ganhos acaba endividado e com 
sérios problemas.
Se você está nesta fase, provavelmente:
A) existe uma planilha de controle, mas o resultado 
sempre é vermelho;
B) quando termina uma prestação você faz outra;
C) chega um dinheiro extra (13º salário, por exemplo) 
e desaparece em meio ao pagamento de dívidas.
A dica é: faça um orçamento anual. Você vai 
perceber que a despesa de 1 ano não é o 
mesmo que multiplicar a despesa de um 
mês qualquer por 12.



3. Elimine suas dívidas 
Elimine mesmo, faça um plano para acabar 
completamente com as suas dívidas. Quem está 
nesta fase já conhece seus números, 
equilibrou o orçamento, 
mas continua com dívidas.
A dica é: pare de fazer dívidas novas e comece a antecipar 
o pagamento das atuais. Em pouco tempo você 
liquidará todas as suas dívidas;


4. Tenha dinheiro 

       Lembre-se que a diferença entre o rico e 
o pobre é o fato de possuir dinheiro. Se você não 
consegue segurar uma nota de cinqüenta reais 
na carteira, será muito difícil trilhar o caminho da riqueza. 
Acostume-se a ter dinheiro. Dinheiro guardado, rendendo.
 Quem está nesta fase já conhece seus números, gasta 
menos do que ganha, eliminou suas dívidas, mas não
 consegue guardar dinheiro.

A dica é: faça o alvo de ter o montante que vá gerar 
uma renda equivalente a 10% do seu salário. 
Depois vá aumentando até chegar a 100%.

5. Valorize as pessoas 

Lembre-se de que dinheiro chama dinheiro, 
mas não chama para um cineminha. 
A regra é amar as pessoas e usar o dinheiro. 
O dinheiro não pode ser um fator de stress, 
mas sim um gerador de estabilidade nos relacionamentos.
Valorizar as pessoas é:
    A) Passar tempo com as pessoas: 
tempo é dinheiro;
B) Lembrar-se das datas importantes 
ao menos para falar ao telefone;
C) Viajar, dar presentes, 
investir em relacionamentos.

A prática destes cinco passos levará você 
à organização financeira e é claro, a um novo 
patamar de qualidade de vida.
Gostou? Espero que estas dicas possam ajudar.
Até a próxima.
fonte: www.organizesuavida.com.br